terça-feira, 6 de outubro de 2009

Agricultura familiar

Foi divulgado nesta semana o censo agropecuário brasileiro de 2006. A surpresa ficou por conta da agricultura familiar. Esse segmento cresce, apesar do avanço do agronegócio. Vejamos alguns números:

a) no Brasil há 4,5 milhões de estabelecimentos caracterizados como agricultura familiar, o que equivale a 87,95% do total;

b) esses estabelecimentos ocupam 106 milhões de hectares, 32,3% do total;

c) a agricultura familair representa 40% da produção agropecuária brasileira;

d) esse segmento emprega 13 milhões de pessoas (78,8% da mão-de-obra no campo);

e) o valor bruto da produção corresponde a R$ 57,5 bilhões.

Esses indicadores, publicados em artigo dos economistas da Unicamp Antônio Márcio Buainain, Alberto Di Sabbato e Carlos E. Guanziroli, demonstram que a agricultura familiar aumenta sua participação na produção agropecuária e tem grande importância econômica e social.

3 comentários:

  1. Antonio Gomes Teles6 de outubro de 2009 14:33

    Gostaria de receber este artigo na íntegra, por favor.
    Grato.
    Antonio.

    ResponderExcluir
  2. Prezado Nivaldo.

    Esqueceu de cruzar os dados. Essa chamada "agricultura familiar" cresce por que está inserida no agronegócio. Lembra da Parmalat? Quando a empresa faliu. Quem faliu também?

    Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  3. Artigo sobre agricultura familiar publicado no jornal "O Estado de São Paulo" 5/10/99.

    ResponderExcluir