sexta-feira, 19 de março de 2010

Ciro Gomes e suas vocações partidárias

ciro_gomes_gg0As rajadas da metralhadora giratória do deputado federal Ciro Gomes (PSB/CE) atingiram, desta vez, até o PCdoB. Nesta quinta-feira, 18, em entrevista à "TV Estadão", o deputado diz que "não tem vocação para PCdoB", partido que, para ele, se "humilha" para ser aliado do PT.

Ciro Gomes é um político experiente. Já foi deputado estadual, prefeito de Fortaleza, governador do Ceará, ministro da Fazenda do Governo Itamar Franco, ministro da Integração Nacional do primeiro mandato do governo Lula e duas vezes candidato à presidência da República. Hoje é deputado federal, eleito com os votos de 16% dos cearenses, a maior votação proporcional da história do Brasil.

É famoso por ter uma língua ferina. Fala duas vezes antes de pensar. Mas sua fala contra o PCdoB incomodou, e muito! Primeiro por que a crítica feita ao partido é descabida, fruto talvez do isolamento político a que ele próprio está se condenando. Segundo,  é uma crítica desleal, já que o PCdoB, nesses últimos anos, tem apoiado Ciro Gomes em  quase todas as oportunidades.

Neste último período, para dar um exemplo, o PCdoB esteve na linha de frente na articulação de uma ampla coalizão partidária para lançar Ciro Gomes como o candidato de oposição ao governo de São Paulo. Provavelmente o empenho do PCdob terá sido maior do que o próprio partido do deputado.

No entanto, com exceção do governador mineiro, o preferido de Ciro para a disputa presidencial, ninguém escapa das críticas do deputado. Pode-se dizer, hoje, que o socialista Ciro Gomes reza pela mesma cartilha do tucano e neoliberal Aécio Neves, figura a quem ele não economiza elogios e sucessivas juras de respeito, admiração e fidelidade.

Óbvio que é um direito do deputado cearense optar pela carreira solo, desdenhar os seus  aliados e falar o que lhe der na telha. Com essa característica e esses procedimentos, certamente ele está coberto de razão ao dizer que não tem "vocação para ser PCdoB".   

Em matéria de partido político, o deputado já está, pelo menos, em sua sexta tentativa de achar a vocação. Sua militância  heterodoxa e cambiante înclui a direita (Arena e PDS),  o PMDB, que hoje ele tanto critica, o PSDB do seu desafeto José Serra, o PPS e, agora, o PSB, partido pelo qual postula a presidência.

Haverá a terceira margem do rio?  Para viabilizar suas ambições presidenciais, Ciro precisa desmontar um cenário em consolidação de eleição plebiscitária. Essa é a única motivação para suas críticas à ampla coalizão partidária em torno da pré-candidata Dilma.  O resto são palavras, palavras, palavras...

10 comentários:

  1. Boa resposta, Nivaldo. Os comunistas fazem política com a espinha ereta. Ciro que procure seus pares Aécio e Jereissati (ambos PSDB do Serra, para quem ele se humilha mas se finge menino levado).

    ResponderExcluir
  2. Caro amigo,

    Parabens pela opinião, acho que a unica coisa importante que o Ciro tem de fato em comum acordo com a esquerda e com o PCdoB é sua repulsa por José Serra, obviamnete por motivos politicos distintos, nós combatemos o neoliberalismo e a direita representada por Serra, ele(Ciro) combate o serra por ter sido preterido no projeto dentro do PSDB, quando ministro do Itamar.

    Edmundo.

    ResponderExcluir
  3. Antonio Gomes Teles19 de março de 2010 18:13

    Ele está nessa atitude provocativa para ter as respostas que tem recebido. O Sorrentino também deu-lhe uma boa resposta. Ele vai juntar todas e outras mais que acontecerão para parecer que é mais de esquerda.

    ResponderExcluir
  4. Wilson Prezzoto - OAB/DF 17.31820 de março de 2010 19:11

    CIRO GOMES E SUA METRALHADORA DIVISIONISTA A FAVOR TUCANO AÉCIO NEVES:

    CIRO parece q precisa pagar dívida c/ tucano Aécio Neves por este ter eleito o Prefeito Belo Horizonte, Marcio Lacerda, d seu Partido,PSB.

    P/ isso tenta d toda forma desqualificar o Governo Coalizão do Presid LULA e a candidatura d DILMA RUSSEF, pegando pelo lado da aliança c/ o PMDB, q nesse domingo, no Correio Braziliense, chamou d “ajuntamento aportunista”.

    Gozado Ciro: d um lado apóia tucanos neoliberais/privatistas do Estado mínimo e de outro critica PT aliar com PMDB que durante 08 anos apoiou, administrou e votou c/ Lula. CIRO só pode estar sonhando em ser Vice de AÉCIO NEVES. Que pena, gostaria de vê-lo Candidato ao Governo de São Paulo numa grande aliança com a base de Lula.

    Tudo bem seu joquinho, mas nesse caso ele não diz ser “um ajuntamento oportunista”: unir “socialistas” do PSB com c/ neoliberais tucanos/demos/pps.

    Ciro, q não tem coragem d atacar diretamente LULA e DILMA RUSSEF: ataca a aliança c/ o PMDB. Ciro devia esclarecer qual diferença entre SERRA e AÉCIO, p/ tanto ódio q nutre daquele e tanto amor por este!

    ResponderExcluir
  5. Ciro precisa de uma resposta dura. Ele que não tem vocação partidária nenhuma. No meu Ceará, desconheceu solenimente a resolução do PSB e apoiou a ex-mulher ao invés da reeleição de Luizianne-PT. Não inspira a menor confiança, é o oportunista nato. Contrário de Roberto Freire, parece farejar bem quem ganhará.
    Cid ("por princípio não negocio com grevista"), irmão de Ciro, é muito chegado nos tucanos de lá, que estão cortejando para apoiá-lo.
    Como cidadão, observando e concordando com o PC do B. Com Ciro, a relação deve ser cautelosa.

    ResponderExcluir
  6. Ciro Gomes não passa de um oportunista. Ele já apoiou a Ditadura Militar (época de Arena e PDS), a Nova República (foi para o PMDB), o Gov. Itamar e o Gov. FHC (estava no PSDB) e, agora, apóia Lula.

    E depois o PMDB que é fisiológico, né, Ciro?

    Ciro é igual a folha de bananeira: vai para o lado que o vento está soprando.

    ResponderExcluir
  7. coerente é o pc do b apoiar a roseana sarney (pmdb) no maranhão ? eu faço é rir...kkkkkkkk

    ResponderExcluir
  8. cadê colega, não postou o meu comentário de ontem, eu já sabia, vocês querem ser os arautos da coerência, da honestidade, tudo piada, tudo igual, tudo enganação. A verdade é: PC DO B APOIA ROSEANA SARNEY NO MARANHÃO.

    ResponderExcluir
  9. Nivaldão, seu artigo lavou nossa alma. Não consegui nem ficar irado com as palavras do postulante a presidente.
    Pelo contrário, senti desprezo da pequinez e mimadice.
    Como diria Romário: este aí de boca fechada seria um poeta.
    Mas como ele acha que político tem que viver abrindo a boca aos quatro ventos...

    ResponderExcluir
  10. Tem gente que se acha entendido e não sabe que as vezes em uma aliança se dá uma mão e se tampa o nariz com a outra para não vomitar, o que está em jogo é muito mais que estados ou partidos, seja qual ele for, o que está em jogo é um projeto de país. O jogo é jogado e o PMDB tambem joga...

    ResponderExcluir