domingo, 7 de março de 2010

O calvário de Serra

Não é só o Palmeiras que atormenta as noites insones do governador José Serra. O inferno astral do governador paulista tem múltiplas dimensões. O principal aliado dos tucanos, o DEM, está tão alquebrado que não tem coragem nem de pleitear a vice-presidência da combalida chapa conservadora. O nome indicado para tal hoje está vendo o sol nascer quadrado em Brasília.

Na gaiola dos tucanos, Serra vê o seu poleiro cercado de inimigos por todos os lados. Foi patética a solenidade de inauguração do novo centro administrativo de Minas Gerais. Com a maior cara de tacho,  o governador mineiro viu sua claque gritar "Aécio Presidente" diante de um constrangido José Serra.

Obrigado a cumprir o ritual político de paparicar seu colega mineiro, Serra assistiu, ao vivo e em cores,  o vice dos sonhos tucanos promover uma encenação digna de  teatro de marionetes, uma réplica tupiniquim da crônica de uma morte anunciada.

Como se tragédia pouca fosse bobagem, em São Paulo o mar (ou o rio)  também não está para peixe. O prefeito Kassab despenca e o grande desafeto paulista de Serra, o ex-governador Geraldo Alckmin, é a principal opção do PSDB para a sucessão paulista.

aecio e serra

 

Tudo isso ocorre em meio ao crescimento das intenções de voto na pré-candidata Dilma Rousseff. O ano do tigre parece não reservar boas notícias ao palmeirense José Serra. No futebol e na política, os astros conspiram contra. E os anjos dizem amém!

2 comentários:

  1. jose carlos tisiu9 de março de 2010 06:20

    comandante nivaldo em periodo eleitoral ,até elefante voa,os mortos ressucitam,e a midia [ democratica paulista] procura ajudar o povo a não cair em tentação ,de fazer o brasil mais uma vez, não seguir os conselhos do papai mercado, a amplas condições de vitoria em outubro, porem ,e a vida como dizia o grande plinio marcos é cheia de porens,quando se trata dos direitos do povo. é preciso definir com que roupa, nos vamos ,demarcando de forma clara o que esta em jogo nos dias que correm, no brasil e em nuestra latina america, pinera en chile mostrou que salto alto,so serve para festa do oscar

    ResponderExcluir
  2. Nivaldo,

    Como análise de conjuntura não é exercício de futurologia, parabéns pela síntese exata e bem humorada sobre o inferno astral do representante nº 2 do tucanato.

    Quanto ao futuro próximo, este nos reserva luta renhida. Vamos à ela!

    ResponderExcluir